Informações

Processar e identificar emoções faciais é um componente essencial para estabelecer interação entre pessoas. Alguns transtornos psiquiátricos podem limitar a capacidade de um indivíduo em reconhecer emoções em expressões faciais. A fim de contribuir com a solução deste problema técnicas computacionais podem ser utilizadas compor ferramentas destinadas ao diagnóstico, avaliação e treinamento no reconhecimento de emoções faciais. Este trabalho apresenta uma abordagem que usa splines, linguagens formais, antropometria e Facial Action Coding System (FACS) para gerar caricaturas que representam as emoções neutra, satisfação, tristeza, raiva, aversão-nojo, medo e surpresa. Uma avaliação com usuários voluntários saudáveis indicou que algumas emoções são mais facilmente reconhecidas e que as caricaturas precisam ser aperfeiçoadas para outras emoções. A abordagem é promissora, uma vez que confere flexibilidade, a partir de parâmetros, para definir a intensidade da emoção que deve ser representada e, futuramente, outras características como genêro, grupo étnico e idade.

Método

Conteúdo relacionado

Membros