Informações

i1 i2

A Recuperação de Imagens Baseada por Conteúdo (Content-Based Image Retrieval - CBIR) visa recuperar, em uma base de imagens, as ocorrências mais similares a uma imagem fornecida como modelo, a partir de características extraídas desses objetos. O uso dos conceitos de CBIR, embora bem explorado para recuperação de imagens bidimensionais, ainda é pouco explorado no domínio de objetos tridimensionais. Foi conduzido um mapeamento sistemático da literatura com a finalidade de identificar descritores empregados em aplicações que usam imagens médicas. Foram identificadas algumas lacunas relacionadas ao emprego de descritores de forma local e a predominância de uso de vetores de características tradicionais como meio de indexação e distâncias métricas para computar a similaridade desses vetores. Entretanto outras abordagens, como os grafos, surgem como alternativa apresentando alta performance, uma vez que é possível aplicar algoritmos eficientes para busca e comparação específicos para estruturas de grafo. Dessa forma, foram desenvolvidos e avaliados descritores e algoritmos de mensuração de similaridade considerando a busca global e regionalizada por casos similares referentes ao quadro clínico de Cardiomiopatia. Para atingir tal objetivo foram realizadas as seguintes atividades: revisão bibliográfica, definição da base de dados, implementação de extratores e medidas de comparação por similaridade, construção de um protótipo de sistema de recuperação, realização de testes com objetos tridimensionais médicos e análises dos resultados. Os resultados obtidos com os métodos desenvolvidos foram positivos, alcançando em alguns testes 90% de média de precisão no retorno da busca. Verificou-se que a utilização de descritores baseados em Harmônicos Esféricos, podem ser adaptados para serem utilizados como descritores locais. Adicionalmente, verificou-se que utilizar grafos bipartidos como forma de indexação e transformar o cálculo de similaridade em um problema de rede de fluxo foram obtidos resultados melhores do que os métodos que utilizaram abordagens clássicas de comparação. Em relação ao estudo de caso analisado, as Cardiomiopatias, foi possível constatar que as informações de idade e gênero contribuem para melhorar a precisão da recuperação, uma vez que essas informações podem influenciar diretamente a estrutura do ventrículo esquerdo. Estes resultados confirmaram o potencial que a recuperação por conteúdo possui no contexto médico podendo auxiliar na composição de diagnósticos, além de contribuir com a área de Computação no sentido de ter desenvolvido técnicas para recuperação por conteúdo no domínio de objetos tridimensionais.

Palavras-Chave – CBIR 3D, Cardiomiopatia, descritores de forma, objetos tridimensionais médicos.

Membros